Prêmio melhores do ano gospel

Fonte: MJC Music por Milena Wiltemburg



Foto - Prêmio melhores do ano gospel

foto: Daniel Carvalho

 

Na última terça feira (24) o auditório Oscar Niemeyer no Ibirapuera, em São Paulo, recebeu a segunda edição do Prêmio Melhores do Ano Gospel 2019. A edição anterior foi no Anhembi. A organização ficou por conta da Raquel Modesto e do Pastor Samuel Modesto. O evento homenageou artistas consagrados da música gospel brasileira.

A Banda Universos e o Grupo Ruah da MJC Music receberam prêmios de melhores bandas, e estiveram ao lado de nomes como Marquinhos Gomes, Soraya Moraes, Regis Danese, Cristina Mel, Leandro Borges, Aline Barros, Ton Carfi, Gabriela Rocha, André & Felipe, Delino Marçal, Midian Lima, Sarah Farias e da Pastora Ludmila Ferber.

 

Banda Universos

Com 1 milhão de visualizações no YouTube e repercussão mundial através do filme “Nada a Perder 2”, a música que faz parte da trilha sonora foi escolhida para ser homenageada, interpretada por Juliana Oliveira.

A cantora começou sua carreira aos 17 anos. Em 2011, gravou seu primeiro trabalho solo, o álbum “Sopra em mim”, e por 10 anos integrou a banda do grupo Força Jovem Universal (FJU), em Minas Gerais.

Ela foi escolhida para dar voz a música escrita por Cristiane Cardoso e Renato Cardoso, que conta a história de todos que um dia se sentiram desprezados pelas pessoas e pelas situações. Além de ilustrar os momentos de perseguição vividos pelo Bispo Edir Macedo no longa-metragem, a composição nasceu de um momento de conturbação no casamento de Cristiane e Renato

A cantora representou a Banda Universos e fez um agradecimento especial: “Eu só tenho a agradecer o senhor Jesus acima de tudo e de todos, porque foi de uma maneira muito incrível que tudo isso aconteceu”. Juliana também conta que o momento em que está vivendo hoje “nem nos meus maiores sonhos eu poderia viver”.

 

Ruah

De uma brincadeira de fazer rap em francês, anos mais tarde se transformou em um projeto de vida. Daniel Bravo e Mateus Silva hoje formam o grupo Ruah, que leva a mensagem do evangelho através de rimas de rap e no estilo hip-hop.

O grupo foi um dos premiados da noite, com direito a música inédita e autoral: “Deus é a chance” que em breve estará disponível nas plataformas digitais. Em 2018 eles participaram do evento como convidados, e mal poderiam acreditar no que aconteceria no ano seguinte: “Ano passado nós estávamos aí na plateia, e determinamos que no próximo ano estaríamos no palco. Graças a nossa família e amigos chegamos aqui hoje”, disse Daniel ao agradecer a homenagem.

Representar o rap e o hip-hop é uma grande honra para eles. Aos 22 e 20 anos, Daniel e Mateus recebem seu primeiro prêmio, após um ano de diversos shows na agenda, incluindo a primeira apresentação da dupla que aconteceu em abril no evento “Nocaute as Drogas” em Cotia, São Paulo. Com poucas e objetivas palavras, Mateus descreve esse momento como “um sonho que está sendo realizado”.

 

Fé, Oração e determinação

A última homenageada da noite foi a Pastora Ludmila Ferber que luta contra o câncer desde 2018, e contou que logo pela manhã do dia 24 esteve em uma consulta com seu oncologista em São Paulo. As notícias não são agradáveis: Ludmila ainda se encontra com câncer no pulmão e metástase no fígado e ossos.

Para receber o prêmio, todos os homenageados da noite estiveram junto com ela no palco. A cantora declarou que aquela era uma noite improvável para ela, pois o diagnóstico inicial era de 6 meses de vida. “E eu continuo no caminho do milagre. As imagens continuam dizendo o mesmo. Mas eu estou vivendo uma realidade paralela. Entre as imagens e eu, eu estou empoderada da palavra de Deus que diz, “Pelas suas pisaduras, Eu fui curada!””.

Ela recebeu o carinho de todos os artistas e de todo o público, e demonstrou não ter desistido de lutar. “O viver é cristo, o morrer é lucro. Mas ainda existe um propósito. Eu estou combatendo o bom combate. Eu estou guardando a fé”. O final da noite ficou marcado pela oração e imposição de mãos do bispo Eduardo Bravo, Marquinhos Gomes e Regis Danese, ao som de “Recebe a Cura”, cantado por Ton Carfi e Cristina Mel.

“Eu quero declarar sobre as nossas vidas um novo começo. Porque a glória da segunda casa será maior do que a da primeira”, concluiu.

 

+ publicações

Record TV Goiás lança documentário em comemoração ...

25/10/2019

Record TV Goiás lança documentário em comemoração ...

A Record TV Goiás produziu um documentário em homenagem ao aniversário de 8...

leia mais
EXPO CRISTÃ 2019

16/10/2019

EXPO CRISTÃ 2019

Entre os dias 17 e 20 de outubro, acontecerá  a feira Expo Cristã 2019 no ...

leia mais
DIA DO COMPOSITOR BRASILEIRO

07/10/2019

DIA DO COMPOSITOR BRASILEIRO

   Esta data é uma homenagem a todos os artistas brasileiros mestres da composi...

leia mais
DIA INTERNACIONAL DA MÚSICA!

01/10/2019

DIA INTERNACIONAL DA MÚSICA!

O dia 1º de outubro foi instituído pela International Music Council com o apoio da U...

leia mais
Prêmio melhores do ano gospel

27/09/2019

Prêmio melhores do ano gospel

foto: Daniel Carvalho   Na última terça feira (24) o audit&oa...

leia mais
Evento do Spotify em São Paulo reúne grandes nomes...

20/09/2019

Evento do Spotify em São Paulo reúne grandes nomes...

Nesta quarta-feira (18) na Casa das Caldeiras, na zona oeste de Sã...

leia mais
Setembro Amarelo: Cantor que já tentou o suicídio ...

16/09/2019

Setembro Amarelo: Cantor que já tentou o suicídio ...

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) , mais de 800 mil pessoas com...

leia mais
Trilha sonora do filme Nada a Perder 2 foi produzi...

19/08/2019

Trilha sonora do filme Nada a Perder 2 foi produzi...

A segunda parte do filme que conta a trajetória do bispo Edir Macedo estreou em 15 de ago...

leia mais
A voz escolhida para a canção oficial do filme Nad...

06/08/2019

A voz escolhida para a canção oficial do filme Nad...

Por Núbia Onara / Foto: Cedidas Em sua concepção, em 199...

leia mais
criado e desenvolvido por Agência Hauze